quarta-feira, 9 de julho de 2014

Señor Tango, Buenos Aires

Ir a Buenos Aires e não ir a um show de tango, é como ir ao Rio de Janeiro e não ir ao Cristo Redentor. (??). Mas confesso que, foi só na minha sexta viagem a capital portenha, é que eu resolvi ver de pertinho um pouco dessa cultura tão hermana. Assumo que não sou nenhum pouco fã da música, não entendo muito o melodrama, mas, sei que quando estou assistindo, eu acho lindo!! E isto basta!



Decidi escolher, entre taaaaantas opções de casas de tango, pelo Señor Tango, exatamente por ter lido inúmeras opiniões a respeito do espetáculo. Me intrigou saber se realmente era ruim assim ou puro preconceito de blogueiros brasileiros que dizem que o lugar é pra turista. Se você ler as criticas espalhadas pela blogsfera, vai perceber que há quem ame e quem odeie. 

Bom, a minha primeira dica é: vá até a recepção do hotel e peça a reserva. Na hora marcada, passa uma van que vai buscando todos os turistas. Optamos pelo jantar incluso. Confesso que não chega nem aos pés de um restaurante porteño, mas ainda assim estava bom. O jantar inclui: entrada, prato principal, sobremesa e uma garrafa de vinho.



Quando chegamos, nos colocaram em uma mesa com mais dois casais, duas senhoras, eu e minha mãe. Todos brasileiros. Não sei como escolheram a ordem, pois esse pessoal não estava na nossa van. Mas o papo que rolou entre nós antes do show foi bem agradável. Nos sentimos bem à vontade! Até trocamos instagram ;) Inclusive, um dos casais que estava na mesa, contou que aquela era a segunda vez que eles iam assistir ao show. Ou seja, gostaram tanto que voltaram!




Assim que começa, ninguém mais conversa entre si. Não dá pra filmar e nem tirar fotos. Os seguranças ficam no bico. O show começa com a entrada de um cavalo. Um dos pontos mais criticados do show. Eu, particularmente, não achei nenhum absurdo! Depois vem inúmeros shows de tango com ótimos bailarinos. Como eu já disse, não entendo muito da coisa, então achei o espetáculo muito bom. 


O lugar é bem bonito, na entrada tem uma vila de tango, o "dono do show e do local" chama-se Fernando Soler, e ele é uma referência quando se trata de tango! Eu, como desconhecedora do estilo, nunca tinha ouvido falar, mas sabia que ele era muito amigo da Hebe Camargo. Inclusive tem fotos dos dois logo na entrada da casa. Dizem que quando ele está em Buenos Aires, ele faz um mega discurso no final da apresentação, já li em alguns blogs, que é bem machista o tal discurso. Mas, quando fomos, ele não apareceu.


Resumo do tango: eu gostei. Dizem que há outras casas mais "roots" de tango e é lá que rola o verdadeiro espirito da coisa. Mas, se você for tipo eu, que não entende muito, mas gosta de um bom espetáculo, vale a pena! 

Informações:

Nenhum comentário: