sábado, 28 de julho de 2012

São Francisco do Sul reúne charme de cidade histórica e belas praias


São Francisco do Sul, cidade com quase 500 anos, é rodeada pela charmosa Baía da Babitonga, que encanta com suas praias, ruelas e casarões coloridos. Localizada no litoral norte de Santa Catarina, a cidade fica a cerca de 50 quilômetros de Joinville e a 190 quilômetros de Florianópolis.



Conhecer a igreja, percorrer as ruas, fotografar os casarões tombados pelo patrimônio histórico e visitar os museus são passeios obrigatórios para quem vai conhecer a região. “São Francisco do Sul é uma das regiões mais antigas visitadas por europeus em território brasileiro. Esse já é um fator importante e, para quem gosta de patrimônio histórico cultural do país, é sem dúvida, imperdível”, diz Andréia de Oliveira, mestre em patrimônio cultural.
Em um antigo armazém fica o Museu Nacional do Mar, que pode ser visitado de terça-feira a domingo. O ingresso custa R$ 5, mas para menores de sete anos e maiores de 60 a entrada é livre. Como um bônus para o passeio, do trapiche do museu é possível ter uma bela visão do porto.
Também no centro histórico, fica o Mercado Público, onde artesãos fazem peças lindas em teares manuais e vendem tudo o que produzem. Os preços variam de R$ 30 a R$ 150.
Como o mercado fica de frente para a Baía da Babitonga, vale à pena apreciar ou até passear de barco, por R$ 20 (crianças de até 12 anos pagam metade).
São Francisco do Sul conta com 17 praias. As melhores para banho ficam na área norte, a 15 quilômetros do centro. A Praia da Enseada tem mar calmo e é a mais famosa. Prainha e Praia Grande, com 30 quilômetros de extensão, também merecem uma visita. “As águas daqui são excepcionais, clarinhas e a praia é sempre bem limpa”, conta a garçonete Tatiane Moreno Cardoso.
A Praia do Forte é opção para quem quer sossego, muito espaço na areia e história. O forte Marechal Luz, construído em 1915, tem um pequeno museu e é aberto ao público. O ingresso custa apenas R$ 2.
Um passeio imperdível é a travessia de balsa até a Vila da Glória. O transporte custa R$ 16 para carros e R$ 2,20 para pedestres. Durante o percurso, são 45 minutos de belas paisagens. Para conhecer a comunidade, é preciso passar por estradas de terra. Há opções de turismo rural e visita a uma cachoeira por R$ 5. Também há praias e mais de 15 ilhas.
O almoço nos restaurantes é rico em frutos do mar. Peixe ao molho de camarão e porção de ostra gratinada são algumas opções do cardápio local.
Para o turista que quer aproveitar o mar, a opção é se hospedar nas praias, mas também há hotéis e pousadas no centro histórico. As diárias variam entre R$ 150 e R$ 200.
 

Nenhum comentário: