quinta-feira, 16 de julho de 2009

...


"Amor não é um ato. É uma vida inteira. É ficar com ela agora porque ela precisa de você; é saber que você e ela ainda vão se importar um com o outro quando sexo e sonhar acordado, brigas e futuros - quando tudo estiver na estante e acabado.

Amor... Vou te dizer o que é o amor: é você, aos setenta e cinco, e ela aos setenta e um, ambos ouvindo os passos um do outro no cômodo ao lado, ambos com medo de que um silêncio abrupto, um grito abrupto, possa significar que uma conversa de vida inteira acabou."


(BRIAN MORE)

Nenhum comentário: