segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Feirinha de San Telmo

Domingo é dia de ir à San Telmo, o bairro mais antigo de BsAs e onde rola a feirinha mais tradicional de coisas antigas. (Na verdade, muito antigas mesmo.) Quando cheguei, lembrei daquela parte do Brique que começa ali na frente da Vivo e vai até a João Pessoa, só com antiguidades. É mais ou menos esse o clima. Aliás, o bairro todo mais parece um grande antiquário cheio de galerias e lojinhas de arte repletas de cacarecos do tempo da Inquisição. Nas barracas da feira, vendem-se talheres, bandejas de prata, mesas, cadeiras, luminárias, bugiganga, badulaque, velharia e inutilidades tudo de época. Eu, particularmente gostei da caminhada pelas ruas de San Telmo com seus prédios antigos e misteriosos, mas confesso que a feira não chamou muito a minha atenção. É bom mesmo para quem gosta de "velharia". Mas vale um passeio. Aliás, se existe uma praça em Buenos Aires, certamente nos sábados, domingos e feriados ela será invadida por barracas e gente vendendo qualquer tipo de badulaque. É praticamente lei, os portenhos acham um espaço com alguns metros quadraos livres e pronto: ali se instala mais uma feirinha.

Nenhum comentário: